Vale a pena contratar um motoboy ou é melhor terceirizar as entregas?

A terceirização dos serviços de entrega é uma dúvida constante dentro dos pequenos negócios, principalmente porque, no último ano, a entrega rápida e de qualidade tornou-se um fator decisivo de compra para os consumidores. 

Com essa tendência ganhando cada vez mais espaço no mercado, diversos varejistas já começaram a desenvolver e implementar suas próprias estratégias de entrega.

Enquanto isso, os pequenos negócios que ainda não possuem estrutura, precisam escolher entre as diversas opções de serviços de entrega disponíveis.

Mas afinal, qual é a melhor opção: contratar um motoboy ou terceirizar o serviço de entrega? 

Para te ajudar a responder essa e outras perguntas, listamos neste post informações importantes que são decisivas na hora de escolher entre as duas opções para o negócio.

Confira.

O que é terceirização

Basicamente, todas as operações não realizadas internamente por uma empresa são consideradas terceirizadas.

Embora o conceito de terceirização esteja relacionado a quase todas as áreas de negócios, o valor ainda é mais reconhecido nas operações de manufatura. Mas apesar disso, já é possível ver um potencial para a terceirização em outras áreas, como a de entrega.

As restrições às compras presenciais, influenciada pela pandemia, foi o que impulsionou a terceirização das entregas em muitos pequenos negócios no último ano.

Com essa movimentação na área das entregas, muitas dúvidas surgiram sobre as diferenças entre contratar um motoboy para a empresa e terceirizar o serviço.

Por isso, esclarecemos algumas delas logo abaixo.

A diferença entre contratar um motoboy e terceirizar o serviço

Antes de escolher como você vai fazer as entregas do seu negócio, é importante entender como funciona o trabalho com um motoboy contratado e um serviço terceirizado.

A contratação de um motoboy é a principal escolha dos negócios que prezam o envio de seus pedidos com prazos menores, considerando que o profissional será um funcionário fixo daquele local.

Já o serviço de entrega terceirizada se consolidou como sendo uma das melhores formas de reduzir os custos operacionais, além de poder contar com uma equipe especializada, aumentando as chances da garantia de um bom trabalho.

Sem dúvidas, ambas as opções trazem vantagens para o negócio. Mas nesse sentido, é válido então entender quais são as necessidades da empresa no momento, para decidir entre contratar um motoboy ou terceirizar as entregas.

Veja alguns dos fatores que podem influenciar na hora de contratar um motoboy ou terceirizar a entrega:

O que considerar ao contratar um motoboy ou terceirizar a entrega

Cada empresa possui um conjunto de requisitos e necessidades que podem influenciar diretamente na escolha entre contratar um motoboy ou terceirizar as entregas.

Por isso, antes de definir a forma de delivery, analise o modelo do seu negócio e entenda como cada tipo de serviço pode ser útil, considerando lucratividade, qualidade e prazo.

Para te ajudar nisso, listamos aqui alguns dos principais fatores que devem ser considerados ao escolher um modelo de entrega:

Tipo de produto 

O produto que você vende é frágil e demanda cuidados especiais na hora do transporte? Se a resposta for sim, você deve considerar o formato de entrega interna.

Como modelo de entrega interno, nesse sentido, possibilita um cuidado maior com os itens transportados, assegurando que o pedido chegue da melhor forma para o cliente.

Em muitos casos, terceirizar a entrega pode prejudicar a qualidade do serviço, justamente pelo fato da empresa contratada não ter familiaridade com o modelo de negócio, podendo pecar nos cuidados com o manuseio dos produtos.

Tamanho da empresa e volume de pedidos

Se o seu negócio tem um baixo volume de pedidos, a melhor opção é fazer a entrega internamente, ou seja, contratar um motoboy. Isso vai ajudar a manter os custos de entrega baixos.

Agora, se a sua empresa tem uma tendência a aumentar o volume de pedidos, ou então se você tem planos a curto prazo para expandir o negócio, é válido a terceirização.

É sempre bom lembrar que as duas formas terão custos para a sua empresa, por isso, você precisa escolher a mais barata, considerando o momento do seu negócio.

Vantagens e desvantagens de realizar entrega internamente

Em muitos casos, a entrega interna é realmente uma alternativa viável para os negócios. Como exemplo, quando a empresa possui estrutura e força necessárias para fazer suas próprias entregas.

Mas mesmo que ainda a empresa não tenha essa estrutura, o modelo de entrega interno ainda é capaz de gerar inúmeras vantagens, fazendo com que a terceirização do serviço não precise ser considerada.

Para você saber se a entrega interna é ou não é a melhor opção para o seu negócio, listamos as principais vantagens e desvantagens desse modelo de entrega logo abaixo:

Vantagem 1 – Lucros acima do esperado

Em muitas empresas, as entregas internas permitem economizar até 50% das despesas do que se contratasse uma empresa terceirizada, devido à margem extra nos lucros. 

Mas não é só isso.

Ao contratar um motoboy, a empresa se livra de custos ocultos e de certas configurações que as empresas terceirizadas colocam como obrigatórias para o uso do sistema de entregas. 

Lembre-se que encargos com pessoal e despesas acessórias sempre recairão sobre o negócio, o que evidencia ainda mais a importância de tomar cuidado ao escolher uma empresa terceirizada.

Vantagem 2 – Consistência da marca

Geralmente, os clientes identificam as marcas pela qualidade do serviço que prestam. Quando a empresa mantém a entrega interna, é muito mais fácil controlar como os clientes são tratados e como as operações de entrega são realizadas. 

Já ao terceirizar as entregas, a empresa corre o risco de ter que lidar com alguns problemas que podem ficar atrelados à marca e ao atendimento ao cliente, o que prejudica a imagem do negócio.

Desvantagem 1 – Necessidade de experiência

Muitas empresas acreditam que fazer entregas internamente é fácil, pois basta contratar um motoboy. Mas não é bem assim.

As entregas internas dependem de experiência para gerenciar rotas e valores, mantendo a qualidade do serviço e os prazos de entrega. 

Nesse sentido, o negócio precisa de uma boa gestão para garantir que todas as entregas sejam oportunas e profissionais para reter os clientes.

Desvantagem 2 – Alto nível de responsabilidade

Não é preciso de muito para saber que as entregas internas fazem com que a empresa seja 100% responsável por qualquer situação que aconteça. 

Com isso, é preciso usar o próprio tempo e recursos para se reestruturar e solucionar as situações que estiverem fora do planejado,o que pode demandar mais esforços que uma simples entrega demandaria.

Vantagens e desvantagens da terceirização de entregas

Quando a empresa não tem estrutura para realizar suas próprias entregas, é comum que contrate uma empresa terceirizada para dar conta das demandas de delivery.

Mas assim como acontece com a escolha de entregas internas, esse modelo também tem suas vantagens e desvantagens que podem pesar na hora de escolher o melhor formato.

Por isso, listamos algumas das vantagens e desvantagens da terceirização de entregas nos negócios:

Vantagem 1 – Maior potencial de receita

A grande maioria das empresas terceirizadas de entrega possuem uma boa base de clientes, o que pode ser uma ótima oportunidade para expandir os negócios e conseguir mais lucro.

Nesse sentido, a terceirização de uma empresa de delivery pode representar muito mais do que a simples facilitação das entregas, podendo ser também uma forma de alcançar novos clientes.

Vantagem 2 – Redução de mão de obra

Contratar uma empresa terceirizada para fazer as entregas do negócio, torna-os responsáveis pelos problemas de mão de obra e pessoal, pois eles fornecem todos os recursos necessários para a entrega final.

Ou seja, a empresa que contrata o serviço não precisa se preocupar com o volume de pedido recebido, por exemplo, porque a empresa terceirizada, geralmente, possui recursos para atender em massa.

Desvantagem 1 – Menor controle sobre os serviços

Depois de passar as responsabilidade de serviço de entrega para uma empresa terceirizada, o negócio perde muito o controle sobre suas operações.

Com isso, existe o risco da empresa terceirizada manusear um produto incorretamente, entregá-lo com atraso ou ainda prestar um atendimento ruim aos clientes.

Desvantagem 2 – Lucros reduzidos

Com o aumento das entregas nos últimos anos, as empresas terceirizadas estão com os custos muito elevados, em que cobram uma porcentagem a cada entrega realizada.

Por isso, mesmo que a empresa possibilite o impulsionamento das vendas com sua base de clientes, sempre será acrescido um valor, que sairá do lucro do negócio que a contratou.

Categorias deste post:

Recomendações para a sua próxima leitura

Principais plataformas de venda para começar um negócio online

leia mais

O que é link de pagamento e como usar em pequenos negócios

leia mais

O que é marketplace e como funciona na prática

leia mais